Uma Hora.

2 Comments

Existe uma hora em que tudo que está lá fora já não faz mais sentido algum. Nesse momento você se dá conta de que não é feliz mesmo que sorria. Mesmo tentando e tendo força, não há caminho que lhe ofereça o bem total. Nessa hora, você corre para a árvore florida mas as folhas já não estão mais lá; porque simplesmente seus sonhos estão presos e as cenas estão difusas demais para serem assistidas e compreendidas. Alguém te explicou de uma forma diferente, alguém te obrigou a ser o que não eras. Não houve resistência, nem argumentação; é fácil entender que tudo te oprime. Mas você lê histórias que tentam te contar a vida, quando na verdade a sua própria está desconcertada. Não é uma forma de esquecer que você encontra, mas é um modo de se encontar esquecendo. Nessa vastidão você aguarda uma hora em que as coisas serão melhores. Em que você possa ser você mesma.


You may also like

2 comentários:

  1. Achei que a repentina falta de felicidade só atingia pessoas como eu, rs. Adoro solidariedade na desgraça '-'

    ResponderExcluir
  2. As horas em que nós podemos er nós mesmas são tão raras...

    Tão escassas...

    Mal me recordo da ultima vez que eu pude ser assim...

    ResponderExcluir