Éden

1 Comments
Tenho procurado um lugar dentro de mim para te pôr e esquecê-lo, apesar de você estar em todos os lugares; talvez seja mesmo em vão empurrá-lo quando eu não sei no que quero que você represente para mim.
Qualquer espaço onde tudo sobre você possa estar em mim sem que me tire a vida, de algum jeito que eu possa suportar sem que tenha de deixá-lo partir.
Estou à caça de um caminho, uma morada que te explique habitando em meu ser, e que possa sobretudo aliviar esta dor que me rasga por tê-lo aqui, mas não saber o que você quer de mim.
Somente me diga se poderemos viver lado a lado sem que isso precise ser um martírio, diga-me se posso torná-lo real, diga-me se terei de arrancá-lo e morrer, se terei de aninhá-lo em meu coração e te amar por nós dóis, ou se por ventura, eu poderei existir com você e uma história num lugar que tenha sentido para todo esse vazio.
O caos reina! Esse nosso conflito parece se arrastar para além do que nunca planejamos, você nasceu em mim e agora age como se isso não importasse. Eu me pergunto como vou viver com este jardim de espinhos dentro de meu peito, enquanto você sufoca todos os meus espaços.


You may also like

Um comentário:

  1. Estava pensando, agora... é incrível ver o quanto as coisas mudam de forma, o quanto os nossos próprios sentimentos mudam diante de nós mesmas em tão pouco tempo. Cheguei a essa conclusão lendo seus textos do último para o primeiro.

    P.S.: viu? É só reclamar, que as coisas às vezes melhoram. (Leia-se: não fui para o técnico hoje) HASUAHSUSHUSHSAU ♥

    ResponderExcluir