Culpado

0 Comments

  Você é a doença que me causa dores, é o motivo do meu mal-estar, e dentro de mim, o que tenho de quebrado explica o que você distratou.
  Minhas lágrimas e o fervor de meu sangue tem a tua assinatura, assim como o ódio e o amor que estão juntos explodindo por dentro. E essa confusão aperta o nó na garganta que não me deixa gritar teu nome, enquanto eu só posso rezar e esperar por uma resposta.
  Meu coração dividido em dois te acusa, porque tu és o réu do meu crime, e não há engasgo que possa aliviar todo esse amor entalado no peito. Eu me pergunto o quanto terei de sofrer para ser resgatada dessa agonia, dessa mazela que me parte por dentro, e que me arrasta e vai me levando cada vez mais para um precipício onde o seu veredicto será o responsável por me salvar ou me matar.
  E se eu me lanço, me atiro em frente ao seu carro, você tem minha vida além do meu amor em suas mãos. Se é guerra ou perdão só você decidirá, e se eu morrer com a dor desse amor que você não sabe se quer ou não, serás o culpado de todo o meu fim.


You may also like

Nenhum comentário: