Silente

7 Comments
    Eu escrevo poesia triste num frenesi danado chamado tentativa, na agonia do riscar da folha tirar um pouco os riscos que a vida tem feito em mim. Porque os rabiscos são os ouvidos que suportam meus gritos e são as mãos que ainda conseguem me tocar.
    Eu sufoco para riscar, eu risco para sufocar. Eu escrevo para não morrer, tenho escrito para viver. O que resta de coragem na alma, -quando borro a página-, são as lágrimas que não pude conter e desaguam como uma chuva triste, e como a água, a tinta borra o papel e a maquiagem manchada.
    Não são as paredes do quarto que me protegem da gélida vida lá fora, mas sim as linhas deste caderno que me amarram os pulsos me mantendo em pé. É no branco das folhas que procuro a paz, é no azul das linhas que vislumbro o horizonte.
   O meu grito permanece silente, mas os meus poemas estão aos berros, minha poesia é triste e crua, mas é minha, e é assim que sou. Se você me ler como livro, verá que algumas páginas estão rasgadas, mas que a tinta sussurra vida, que implora viver.


You may also like

7 comentários:

  1. Bom dia Ariane.. a força das palavras rompe a solidão dentro de nós que é alimentada pelo tempo de vida que vamos tendo... muito bem escrito bjs de bom dia e até sempre moça querida

    ResponderExcluir
  2. Inspirante, aspirante. "Essas palavras que escrevo me protegem da completa loucura". Leio a ti e essas são as únicas palavras que penso.

    dentrodabolh.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Excelente!! Também considero escrever uma grande motivação para suportar as agruras da vida e os meus pensamentos insidiosos.

    Adoraria uma visita sua...

    http://leigopoeta.blogspot.com.br/

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Muito bom escrito, como todos os outros que já escrevestes. A poesia é uma das mais belas formas de se expressar. Parabéns, gostei muito.

    P. S - Novamente seguindo teu blog, não uso mais a antiga conta. Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Entendi só algumas partes do texto; gostaria de conversar sobre se o que interpretei está na direção correta.
    A imagem é interessante. Parabéns!
    Abraço.
    P.S. Venha visitar a minha página sobre arte. Muito me agradará um comentário seu.

    ResponderExcluir
  6. Ariane, percebi que vc postou um comentário no meu blog, porém não sei porque o blogger não está deixando eu ver. Bem, sabemos que curiosidade não mata, mas tortura..kkk. Vou pedir que me envie no meu e-mail: balan(dot)sk8(arroba)hotmail(dot)com.
    abraço.

    ResponderExcluir